DestaqueMUNICÍPIOSNotícias

Cruz das Almas: bate-boca entre vereadores interrompe Sessão na Câmara novamente

Pela segunda vez em uma semana, a Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores do Município de Cruz das Almas, no Recôncavo da Bahia, teve que ser interrompida por conta de troca de farpas, entre edis da Casa.

O bate-boca de ontem (24), começou porque o vereador Pedro Melo (PT), ultrapassou o tempo regulamentar dos 12 minutos do uso da Tribuna no grande expediente (veja aqui a partir do tempo 2h20min). Por conta disso, o parlamentar Eduardo Rodrigues (Barriga da Oficina – Republicanos), interpelou o presidente da Casa Thiago Chagas (PSD). “Serão 20 minutos, senhor presidente”? Perguntou ele.

A indagação do republicano parece ter sido o estopim para gerar a balbúrdia que obrigou o presidente suspender os trabalhos por alguns minutos. Nesse intervalo, a discussão ganhou contornos maiores. Ao deixar a Tribuna o petista retrucou algum(a) colega da bancada de oposição à sua e outros vereadores entraram na briga.

Ricardo Pinheiro (Progressista) 2º Secretário da Mesa, que parecia o mais nervoso, travou discussão com seus opositores Raimundo Fiuza (líder da bancada do prefeito na Câmara – DEM) e Josenir de Andrade (Nego da Farmácia – DEM), vice-presidente do Legislativo.

A confusão teve dedo em riste, exigência de respeito e provocações sobre as estratégias usadas por cada um dos envolvidos na briga, para conquistar suas respectivas eleições em 2020 (clique no link acima e confira). Para tentar acalmar os ânimos, o procurador-geral da Câmara, Rafael Araponga, retirou o vereador Pinheiro do recinto por alguns instantes.

O primeiro bate-boca

A população espera outras atitudes dos parlamentares de Cruz das Almas (Imagem: Reprodução/Divulgação)

Mas o primeiro embate do bate-boca inútil deste mês, que em nada contribui para impactar a vida da população, aconteceu na Sessão do último dia 16, entre os vereadores Pablo Rezende (PT) e Eduardo Rodrigues (Barriga da Oficina – Republicanos).

O petista também usava a Tribuna naquela noite e aproveitou para rebater as críticas que seu adversário Barriga da Oficina, havia feito à gestão do ex-prefeito Orlando Pereira (também do PT), por, segundo o republicano, não ter realizado manutenção numa praça localizada na Rua Rio Branco.

Quando o edil do PT sugeriu que o vereador que faz parte da bancada do atual prefeito, Ednaldo Ribeiro (Republicanos), começasse a trabalhar, antes de fazer as críticas, o clima esquentou (confira aqui a partir do tempo 2h24min). Nesse momento, o presidente do Legislativo Thiago Chagas, interrompeu a reunião (por 5 minutos) e ordenou que desligasse os microfones dos dois parlamentares. Mesmo assim, os ataques verbais continuaram.

*Atualizado as 13h38min

Deixe seu comentário... é importante para nós!

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: