DestaqueDicas

Um X vermelho na palma da mão de uma mulher: o que significa?

*Imagem: Reprodução/Ilustrativa

De repente você está na rua, numa repartição pública ou em um estabelecimento comercial e percebe aquela mulher ali, bem próximo, acompanhada ou não, porém, discretamente ela mostra a palma da mão e lá estar… a letra X, em vermelho. – Não perca tempo. Mantenha-se a calma e disque para 100 ou 190 , chame a autoridade policial ou da guarda civil que estiver nas proximidades e relate o caso. Isso significa que ela é uma vítima da violência doméstica e está pedindo socorro.

Mas para isso, esses agentes precisam ter conhecimento sobre essa campanha, criada pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça).

– O ideal é que a a própria vítima, apesar da dor e do sofrimento, tente ser o máximo discreta e serena e, sem que o agressor perceba, faça o sinal vermelho, X na palma da mão, e mostre para um balconista de farmácia, ou um funcionário de uma repartição pública, para que esses profissionais liguem para a polícia, por exemplo.

Essa ideia faz parte de uma campanha mundial, lançada para ajudar, de forma discreta, rápida e simples, mulheres em situação de violência doméstica, a encontrarem o apoio e a ajuda de que precisam.

A violência contra a mulher, é uma transgressão da Lei, especialmente da Lei Maria da Penha, que recentemente completou 15 anos. Apesar de sua contribuição para denunciar esse tipo de crime, esta lei ainda parece está longe de por um ponto final nas ações desses agressores.

Atento ao X

*Imagem: Reprodução/Ilustrativa

Apesar de campanhas como essa do sinal vermelho, o X na palma da mão, já existir há algum tempo, porém, muita gente ainda desconhece e não sabe como agir. Mas a partir de agora, fique atento à esse X, você pode ajudar a salvar uma vida.

Em Cruz das Almas, no Recôncavo da Bahia, a secretaria Municipal de Políticas Especiais, Fernanda Fonseca informou ao Acesse News via Whatsapp, ainda não haver a campanha do X vermelho, para orientar as vítimas da violência doméstica, porque aguarda a aprovação pela Câmara de vereadores, de um PL (Projeto de Lei) de autoria da parlamentar Camila Moura. Até lá, serão feitos, segundo ela, alertas sobre a Lei Carolina Dieckmann. Clique abaixo e confira o áudio

Já o Por Todas Nós, projeto de assessoria às essas vítimas, liderado pela advogada Naiaringred Helena Ribas orienta e faz divulgação sobre o sinal vermelho, X, na sede e nas redes sociais do projeto, a partir das informações obtidas via CNJ.

Por sua vez, CNJ autor da referida campanha a nível de Brasil, em parceria com a AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros), diz que “o objetivo é oferecer um canal silencioso, permitindo que essas mulheres se identifiquem nesses locais [farmácias e repartições públicas] e a partir daí, sejam ajudadas e tomadas as devidas soluções“.

Artistas e influenciadores também vêm ajudando a divulgar, como é o caso do criador digital, Ivan Mesquita (O Cêro).


Deixe seu comentário... é importante para nós!

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: