MUNICÍPIOSNotícias

Bahia registra 1.872 casos de H3N2, 72 mortes e 15 vítimas da Flurona

Do dia 1º de novembro do ano passado, até ontem, 11 de janeiro, a Sesab (Secretaria da Saúde do Estado da Bahia) havia registrado 1.872 casos de Influenza A, do tipo H3N2, em 163 municípios. Sendo que 390 evoluíram para Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), necessitando de internação. Até agora, 72 pacientes morreram.

Dos 1.872 casos, 1.006 são residentes em Salvador, (53,7%). Ainda conforme os dados, as mortes foram registrados em Salvador (49), Feira de Santana (5), Canavieiras (2), Ilhéus (2), Mulungu do Morro (2). Com 1 óbito, aparecem: Cabaceiras do Paraguaçu, Camaçari, Candeias, Catu, Guanambi, Itagimirim, Laje, Maragogipe, Sapeaçu, Teixeira de Freitas, Urandi e Valença.

Entre os mortos, 37 (51,4%) são do sexo feminino e 35 (48,6%) masculino. Quanto as faixas etárias, com 80 anos (38 – 52,8%), entre 70 a 79 anos (8), de 60 a 69 anos (8), 50 a 59 anos (9), 40 a 49 anos (4), 30 a 39 anos (3) e entre 10 e 14 anos (2).

A Secretaria indicou que havia comorbidades em 56 (77,8%) dos 72 óbitos e apenas 8 deles tinham sido vacinados contra Influenza. E reforça que, para “os casos de SRAG requerem notificação compulsória imediata para adoção de medidas pertinentes de prevenção, controle e tratamento da Influenza, para a qual, diferentemente da Covid-19, existe opção terapêutica eficaz, para impedir uma evolução desfavorável do quadro clínico (oseltamivir)”.

A recomendação da Sesab é para que as pessoas continuem se prevenindo, principalmente porque ainda não há vacina conta a Influenza. “Utilizar máscara e álcool em gel; lavar as mãos várias vezes ao dia, principalmente antes de consumir alimentos; evitar tocar a face e mucosas de olhos, nariz e boca; cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir; manter os ambientes bem ventilados; evitar contato próximo com pessoas que apresentem sintomas de gripe; evitar aglomerações e ambientes fechados; e adotar hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão de líquidos“.

Flurona

Por sua vez, o Lacen (Laboratório Central de Saúde da Pública da Bahia) e a Diretoria de Vigilância Epidemiológica da Sesab, confirmaram, 15 casos de infecção simultânea dos vírus da Influenza e Covid-19, a Flurona.

Os casos são de residentes em oito municípios: Salvador, Feira de Santana, Camaçari, Lauro de Freitas, Juazeiro, Mutuípe, Vitória da Conquista e Alagoinhas. São 8 pacientes do sexo masculino e 7 do sexo feminino, com idades ente 8 e 91 anos. Não há óbitos registrados nas coinfecções“, diz o comunicado.

Deixe seu comentário... é importante para nós!

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: