EditorialNotícias

Novo governador da Bahia e seus principais desafios; quatro prioridades

*Editorial – Por: Dell Santana

Rodrigues comandará um Estado com cerca de 15 milhões de habitantes e o maior PIB (Produto Interno bruto) do Nordeste, o sétimo do Brasil.

Eleito com 52,79% (4.480, 464) dos votos válidos, Jerônimo Rodrigues(57 anos), é o novo governador da Bahia. Com o primeiro mandato do ex-secretário da Educação, a agremiação PT completa o quinto mandato consecutivo à frente do maior estado da região Nordeste do país. Foram dois mandatos (oito anos) de Jaques Wagner, no final de dezembro Rui Costa também completará sua jornada de oito anos e passará a faixa para seu sucessor.

Conforme suas próprias palavras, dar sequência a gestão petista e buscar novas soluções para os principais problemas enfrentados pela população ao longo dos últimos anos, o novo gestor e sua equipe vão precisar arregaçar as mangas e traçar um desenho das ações.

Quatro prioridades

Embora pareça clichê, mas no topo da lista dos principais desafios que o novo comandante baiano vai precisar enfrentar de imediato, estão ao menos, quatro prioridades.

Saúde (resolver o gargalo da resolução e acabar com a denominação pejorativa da ‘fila da morte); segurança (ampliar o quadro de efetivo da Polícia Militar, com melhoria de salário e condições de trabalho); educação (valorização dos educadores e demais profissionais do setor – recentemente o Estado passou por um dos maiores período de greve da categoria, por cobrança de precatórios do Fundef e está sendo judicializado por falta de pagamento de juros. Segundo os dados, a avaliação da educação no Estado é uma das piores do país); desemprego (a Bahia apresenta o maior índice de desempregados do Nordeste, 15,5%, apesar de uma queda tímida recentemente, conforme recente pesquisa divulgada pelo IBGE.

Em seu primeiro discurso após a vitória, Jerônimo afirmou: “A palavra mais forte durante os nossos quatro anos de governo será ‘avançar’: avançar nas políticas públicas de combate à fome, de geração de emprego e renda, de saúde, de educação, de segurança, de estradas, de cultura, de juventude”.

Ele disse que a partir desta segunda-feira(31), já começa a trabalhar na transição de governo. “Já pedi ao governador (Rui Costa) uma audiência para amanhã (hoje), para começar a desenhar o processo de transição“. E afirmou que aqueles que apostaram em seu projeto de governo, sentirão orgulho e prometeu fazer uma gestão melhor que o seu colega Rui Costa, principalmente porque terá o apoio do governo federal com o retorno de Luiz Inácio Lula da Silva à presidência da República.

*Dell Santana é graduado em Comunicação Institucional e editor do Acesse News.

Deixe seu comentário e compartilhe

Botão Voltar ao topo