Autoconhecimento na TelaDestaque

Terceirização da vida

*Imagem Ilustrativa

Por: Maria José Etelvina dos Santos

Terceirizamos a vida porque não sabemos cuidar de nós mesmos. É isso mesmo que você leu. Parecemos bebês chorões a procura de alguém que cuide de nossa vida, precisamos de um Moisés que mostre o caminho para a terra prometida. Culpamos sempre alguém quando nossa vida não dá certo, como fez Adão com Eva. Quando vamos crescer? Quando vamos nos tornar adultos e tomar as rédeas de nossas vidas? Quando vamos deixar de ser crianças a procura do papai e da mamãe para indicar o que fazer em nossas próprias vidas?

Sim, eu sei!!! Eu sei que o sistema não nos ajuda muito a ter independência, a sermos responsáveis por nós mesmos, a segurar o leme de nossa vida e escolher a nosso favor. Nossos pais nos vêm como eternos bebês, isso não ajuda a sermos independentes e donos de nossas vidas. O sistema educacional não ensina sobre de finanças, então, não sabemos investir e somos presas fáceis para os banqueiros multimilionários a nosso custo. A escola também não nos ensina a empreender, a sermos patrões, mas apenas a sermos empregados, a servirmos a quem tem mais dinheiro. A escola também não nos ensina relacionamentos, a criar laços, a conviver com os demais. A escola não ensina a pensar. A religião não nos ensina a amar tudo e todos de forma incondicional, a aceitar as diferenças e a vida como ela é, ao contrário brigam por fiéis e dízimo. O sistema de saúde não ajuda a nos tornarmos curadores de nossas dores, ao contrário, faz tudo para sermos mais dependentes e submissos ao Sistema médico.

Entendendo que a sociedade e seus pais não ensinam o básico para tua sobrevivência na terra e que não chegamos aqui com o manual do usuário, quem sobra para te ajudar com tua vida? Eu respondo: Deus, que está dentro de você pulsando em teu coração, se comunicando o tempo todo com você, mas você não escuta, porque falaram e você acreditou que não era para confiar em si mesmo. Pode confiar em todo mundo, menos em você, e você acreditou tanto que vive perdido e a procura de um salvador, um messias, um Moisés que te diga o que fazer de tua vida. E você volta a procurar o salvador da tua vida em seus pais, avós, irmãos e família em geral, em médicos, em gerentes ou gerentes financeiros, em nutricionistas, em empresários, em vizinhos, professores, terapeutas, etc. Você entrega sua vida a tanta gente para resolvê-la por você, mas não entrega a única pessoa que pode efetivamente resolvê-la que é VOCÊ Mesmo. Você pode consultar qualquer pessoa ou profissional, consultar apenas, mas não dar a sua vida ao outro para decidir por você.

Pegue você pela mão e troque as horas que você passa na frente da TV enchendo sua cabeça de negatividades que só te farão mal, pegue as horas que você passa em um bar enchendo a cara por não saber o que fazer da sua vida, as horas que você passa fofocando e falando mal dos outros, pegue qualquer hora vaga de seu dia e vá aprender para não ficar refém de ninguém nesta vida – aprender educação financeira para saber investir, a empreender para ser seu próprio patrão, a se relacionar para aprender a se amar e amar todos incondicionalmente, aprender sobre seu corpo e do que ele gosta de se nutrir, aprenda como funciona a sua mente e como seus pensamentos criam a sua realidade para sair do vitimismo e da culpa, aprenda computação porque tudo hoje é internet, aprenda a cozinhar seus alimentos alcalinos, aprenda a plantar seu alimento, aprenda sobre cooperativismo e inicie uma cooperativa, aprenda dança, natação, bicicleta, xadrez, aprenda tudo que puder. As aprendizagens são tantas para sermos auto suficientes, e protagonistas de nossas próprias vidas que são infinitas as possibilidades. Saia da dependência, do coitado de mim, da vítima, e vá se instrumentalizar para ser dono de sua vida, só assim você será independente e dono de seu nariz.

Não me venha com mimimi, falando que não tem tempo, não tem dinheiro, que não tem computador, internet, que tudo é caro e difícil. Quem quer sair da saia dos pais, sai, e, quem não quer arruma uma desculpa.

Cresça!!! Seja o adulto que você nasceu para SER!!!

  • Se precisar de uma força, estou aqui para investigar junto a você, o que te impede de ser adulto, de ser independente e protagonista de tua vida. Estamos juntos.

*Maria José Etelvina dos Santos é Psicóloga, Biopsicossomatista, Mestre em Educação Emocional, Professora Universitária.

**Atende na CLIMFISIO- (753621-3177

Deixe seu comentário... é importante para nós!

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: