ExteriorNotícias

Embaixadores de países africanos são recepcionados pelo governador Jerônimo Rodrigues em Salvador

*Texto: Secom/GovBa – Fotos: Rafael Martins/GovBa

O governador Jerônimo Rodrigues recepcionou na tarde desta terça-feira (21), no Centro Administrativo, em Salvador, embaixadores de diversos países africanos em missão no estado desde o dia 18. Na oportunidade, o grupo de líderes da União Africana, falou sobre o interesse de se aproximar da Bahia e fortalecer parcerias e cooperações internacionais.

Os secretários de estado presentes apresentaram aos embaixadores um pouco dos trabalhos realizados pelo Governo da Bahia no âmbito da cultura, educação, turismo, desenvolvimento regional, tecnologia e inovação. O governador também falou dos vôos internacionais que têm sido inaugurados e da possibilidade de dar início a vôos diretos da Bahia para países africanos.

“Nessa semana da Consciência Negra, estive com o presidente Lula, fazendo lançamentos e entregas relacionadas, e hoje estou recebendo embaixadores de diversos países, abrindo caminhos para negócios, intercâmbios culturais e educativos. Temos muito em comum, como produção de cacau, de chocolate, e o ato cultural”, destacou o governador Jerônimo Rodrigues.

PUBLICIDADE

Estiveram presentes 17 embaixadores, representando África do Sul, Mali, Mauritânia, Camarões, Moçambique, Nigéria, Gana, Zimbábue, Togo, República Democrática do Congo, Guiné-Bissau, Malawi, Costa do Marfim, Gabão, Quênia, Namíbia e Tanzânia. O embaixador Martin Mbeng, da África do Sul, também fez uma breve apresentação de alguns trabalhos realizados pela União Africana e reforçou a inclusão da diáspora negra em todo o mundo como parte de África.

“África e Brasil têm relações muito ricas e diversas, muito profundas, enraizadas na história, na cultura e também na geografia. Ao trocar experiências, nos tornamos melhores. E há muito o que compartilhar, porque somos primos. Primos do outro lado do oceano”, afirmou Mbeng, líder dos embaixadores durante a reunião.

Celso França, conselheiro chefe do escritório do Itamaraty na Bahia, explicou que a África foi recolocada como prioritária da agenda de política externa. “Com muita alegria, observamos o gesto do grupo africano que veio visitar a Bahia para estabelecer esse diálogo com a diáspora africana no Brasil”, disse França.

Os embaixadores também participaram das celebrações em Salvador pelo Dia Nacional da Consciência Negra, nesta segunda-feira (20), no Curuzu, e visitaram a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), em São Francisco do Conde. Também se reuniram com empresas baianas com interesses em negócios com o continente e participam nesta quarta-feira (22) do Colóquio Internacional Conexão Bahia – África, promovido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial e dos Povos e Comunidades Tradicionais (Sepromi). O evento pretende realizar um intercâmbio de experiências entre países e fortalecer a cooperação sul-sul.

Deixe seu comentário e compartilhe

Botão Voltar ao topo