NegóciosNotícias

Produtores de queijo baianos destacam importância da sanção de PL que irá potencializar o segmento no Estado

A expectativa foi apresentada durante encontro na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, órgão que tem articulado a certificação de pequenos produtores

*Texto: Ascom/SDE – Foto: Mário Marques/Ascom SDE

A certificação de queijos produzidos no estado e o fortalecimento do setor continuam em pauta na Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE). A pasta recebeu, na terça-feira (24), uma comitiva formada por produtores do setor, que destacaram a expectativa pela sanção do Projeto de Lei (PL) 25.046/2023, que autoriza o comércio de produtos de origem animal, certificados com o Selo SIM/CONSORCIO, em todo o território estadual. A pasta tem articulado a certificação de pequenos produtores no Estado, em conjunto com a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB), a Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), o Sebrae, a Associação Comer Queijo e o setor produtivo.

O gestor também destacou a importância do projeto de lei. “A sanção do PL pelo governador Jerônimo Rodrigues é aguardada com muita esperança pelos produtores. É a consolidação de que esses produtos agora poderão acessar um mercado mais amplo e diversificado. São itens de extrema qualidade que chegarão à mesa do consumidor, que hoje está mais exigente quanto à procedência dos produtos que consome”, finalizou.

Frederico Teixeira, presidente da Associação Comer Queijo, também destacou o avanço do setor a partir da consolidação do PL. “A expectativa é muito grande. A gente quer muito essa regulamentação para que os produtores tenham segurança. Estamos falando de queijos e iogurtes que já foram premiados na França. A Bahia está se destacando e a gente precisa levar esse alimento rico para os nossos clientes”, pontuou.

O produtor João Campos ressaltou a importância da sanção. “Isso irá viabilizar o negócio dos pequenos e médios produtores. Hoje os produtores que possuem o SIM estão limitados à comercialização em um número específico de municípios que compõem o consórcio ao qual ele faz parte. Com a chegada do SUSAF, a gente consegue romper a barreira dos consórcios e vender os produtos nos polos comerciais mais atrativos no Estado, incluindo em Salvador”, declarou.

Também participaram da reunião os produtores André Moraes, da Queijaria Nobre; André Augusto Teixeira, da Fazenda Emo; Caio Freitas, da Morrinhos Artesanais, e João Pedro Almeida, da Fazenda Graciosa.

Encontro Nordestino

Entre esta quinta-feira (26) e sábado (27), produtores baianos irão participar do 17ª Encontro Nordestino do Setor do Leite e Derivados (ENEL), que acontece em Campina Grande, na Paraíba. Na ocasião, além de apresentar os seus produtos, os queijeiros irão expor as suas experiências em palestras realizadas no evento.

O Encontro, que contará com mais de 300 produtos do estado, tem o objetivo de fortalecer a cadeia produtiva do leite, proporcionando um espaço de aprendizado, compartilhamento de conhecimento, inovação e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário e compartilhe

Botão Voltar ao topo