DestaqueMunicípiosNotícias

Cruz das Almas: “não observei nenhuma ajuda no período em que o referido edil presidiu a Câmara Municipal”, diz diretor da Lira Guarany

*Conteúdo atualizado para inserir justificativa do diretor da Fiarmônica Lira

Após matéria publicada pelo Acesse News, na tarde desta terça-feira (5), em que o vereador de Cruz das Almas, Renan de Romualdo (Republicanos), propôs aos colegas da Câmara para que todo(a)s ele(a)s doem um mês de seus salários para a Filarmônica Euterpe Cruzalmense e diz ter ajudado outras instituições no período que foi presidente da Casa Legislativa, o diretor administrativo da Associação Filarmônica Lira Guarany, professor Luciano Borba, rebate dizendo que o parlamentar nunca ajudou as duas instituições.

Segundo o diretor, em 2022, no aniversário de 100 anos da Guarany, uma comissão procurou a Câmara de Vereadores em busca de contribuição, que “incluía a confecção de um novo fardamento, nenhuma contribuição tivemos por parte da Câmara de Vereadores”.

O professor informou que na época, “alguns vereadores nem nos recebeu e os que nos recebeu não nos deu nenhuma contribuição“. A exceção, segundo ele, foi o vereador Carlos Trindade, que inclusive já presidiu a referida filarmônica.

Já em relação a prefeitura, Luciano Borba reclama que: “há mais de 15 anos, foi criada uma lei que destinava um repasse financeiro de até 10 parcelas no período de um ano civil às filarmônicas e outras instituições sociais do município e nunca essas 10 parcelas foram pagas integralmente. Já houve anos em que nenhuma parcela foi repassada”. Apesar de não não revelar o motivo do não recebimento das parcelas, ele finaliza lamentando: “é lamentável a forma que as filarmônicas, que são instituições centenárias do município, são tratadas“.

Em tempo, me refiro exclusivamente a Lira Guarany. [Sobre] a coirmã não tenho conhecimento“, escreveu o diretor Luciano Borba, em nova mensagem para o Acesse News, para justificar seu comentário no texto inicial enviado ao AN.

Deixe seu comentário e compartilhe

Botão Voltar ao topo