DestaqueMunicípiosNotícias

Quanto custam os shows dos artistas no São João em sua cidade? MP, TCE, TCM e UPB, se unem para fazer prefeitos revelarem preços das atrações

Esse é o nosso compromisso, de tentar viabilizar, e não inviabilizar, o São João, a gente não trabalha com essa hipótese. Foi nesse contexto que a gente pensou no painel, como uma forma de cooperar com os gestores, de unir forças e dar transparência para a sociedade sobre os recursos gastos”, disse o promotor Frank Ferrari, coordenador do Caopam (Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Proteção à Moralidade Administrativa).

Coordenada pelo MP-BA (Ministério Público da Bahia), a decisão foi alinhada em reunião nesta quinta-feira (11), na sede do TCE (Tribunal de Contas do Estado). Conforme os organizadores, a ideia é unir forças para fiscalizar e orientar os gestores dos municípios, visando evitar superfaturamento nas contratações e com isso preservar os festejos juninos.

Segundo as informações, as prefeituras receberão uma planilha que foi elaborada e ajustada de forma cooperativa entre as instituições, na qual terão que preencher os dados solicitados sobre os eventos de 2022 e 2023.

De acordo com o MP, além de seus promotores, também participaram das discussões, representantes do TCE, do TCM (Tribunal de Contas do Município), da UPB (União das Prefeituras da Bahia) e da Setur (Secretaria Estadual de Turismo). Foto: Ascom TCE

Deixe seu comentário e compartilhe

Botão Voltar ao topo