DestaqueEditorial

Pronunciamento de Thiago Chagas: um tiro certeiro ou um tiro no pé

*Editorial – Por: Dell Santana

Duas coisas são fatos, envolvendo o nome do presidente da Câmara Municipal de Cruz das Almas, no Recôncavo Baiano, vereador Thiago Chagas (PSD). 1ª) ele conseguiu atrair a atenção dos cruzalmenses, especialmente os eleitores e lideranças políticas, para seu pronunciamento logo mais no plenário do Legislativo). 2ª) porém, qualquer coisa que ele diga, se não for a confirmação real e irrevogável de sua pré-candidatura à prefeitura no ano que vem, poderá está dando um verdadeiro tiro no pé, que deixará uma cicatriz difícil de curar.

Mesmo cercada de mistérios, a convocação de Chagas abriu algumas especulações, as quais continuam sendo comentadas pelas pessoas nas ruas, grupos de WhatsApp e redes sociais, na cidade. Ele romperá com seu grupo e mudará de bancada ou seguirá carreira própria?

O vereador que foi eleito pela base liderada pelo PT no município, vem mantendo uma postura firme no comando da Câmara. Inclusive, rompendo acordo (segundo alguns de seus ‘aliados’) e aceitando apoio do atual prefeito, teoricamente oposição, para garantir a própria reeleição na presidência.

Depois disso, chegou-se a cogitar, uma dobradinha Thiago e Ednaldo Ribeiro (Republicanos), para nesse caso, partir para reeleição do prefeito em outubro de 2024. Especialmente porque o atual vice-prefeito, e o titular, andam brigados desde o ano passado.

O problema é que, se o presidente da Câmara, em retribuição, aceitar essa composição, poderá está cavando a própria sepultura política. Haja visto comentário que se ouve por aí: ‘ se o prefeito na hora do vamos vê, já rompeu com outros aliados no passado, o quê impede de fazer o mesmo com Thiago‘?

Mas por outro lado, a retórica não é muito diferente em relação ao ex-prefeito petista. Dizem que ele também estaria descumprindo promessa feita ao vereador, visando a disputa majoritária do ano que vem. Os comentários são de que o decano do grupo, voltará a disputar a prefeitura, porém, com uma nova formação de chapa.

E pelo que se fala nos bastidores, essa é a verdadeira razão para o pronunciamento do presidente, na noite desta segunda-feira (8).

Ou seja, em ambos os casos, tanto com o gestor atual ou com o ex, porventura Thiago Chagas resolva seguir abraçado com qualquer um deles, é possível haver perdas irreparáveis em torno do seu nome, perante as perspectivas já criadas no município, apontando ele como uma forte terceira via, para o próximo pleito.

– Resta aguardar para saber, se logo mais ele dará um tiro certeiro mirando a cadeira principal do Paço Municipal, ou atirará no próprio pé, ao mirar uma salinha ao lado.

*Dell Santana é graduado em Comunicação Institucional e editor do Acesse News, (filiado a ABI – Associação Baiana de Imprensa).

Deixe seu comentário e compartilhe

Botão Voltar ao topo