Notícias

Decreto com nova redução de limite de público em eventos, é publicado no Diário Oficial da Bahia

Após anunciar nesta quinta-feira (20), a nova determinação que reduz de 3000 para 1500, o número de pessoas em eventos realizados na Bahia, o governador Rui Costa, publicou hoje (21), no DOE (Diário Oficial do Estado) a atualização do decreto, para tentar conter ainda mais, a disseminação da Covid-19. Essa quantidade de público vale inclusive, para estádios de futebol. Além disso, os ambientes dos eventos não podem ultrapassar 50% da capacidade de sua ocupação.

De acordo com as informações do governo, o novo decreto passará a vigorar a partir da meia noite desta segunda-feira (24) e tem validade até 4 de fevereiro. O boletim da Sesab (Secretaria de Saúde do Estado), divulgado ontem, mostra que a Bahia registrou 14.743 casos ativos de Covid-19.

Com essa taxa de crescimento, nós ultrapassaremos, em menos de uma semana, o maior número de contaminados que já registramos em toda a pandemia. Algo precisa ser feito pra evitar impactos maiores na economia e na vida das pessoas. É preciso conter esse crescimento“, justificou Costa.

Nota divulgada hoje pela Assessoria de Comunicação, afirma que por conta disso, o governador autorizou a abertura de mais 30 leitos clínicos exclusivos para tratamento da Covid-19 no Hospital Espanhol e não descarta a abertura de novos leitos de UTI nos próximos dias.

Exigência

Imagem/Ilustrativa

Outra exigência mantida no decreto, é a comprovação de vacinação completa para o público acessarem esses eventos, além das outras determinações já costumeiras.

Segundo a nota, “as regras valem para cerimônias de casamento, eventos urbanos e rurais em logradouros públicos ou privados, eventos exclusivamente científicos e profissionais, em circos, parques de exposições, solenidades de formatura, feiras, passeatas, parques de diversões, teatros, cinemas, museus e afins. Bares e restaurantes seguem com a obrigação de exigir dos clientes o comprovante de vacinação contra a Covid-19“.

O comunicado informa ainda, que segundo o governador, “há uma pressão muito grande para atender pacientes tanto com Covid-19 como com H3N2 (gripe)”.

Deixe seu comentário... é importante para nós!

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: